Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gato Pardo

Para quem não conhecia, saiam enquanto é tempo...Para quem já conheceu, puxem duma cadeira...Vem aí a versão 2.0...

Venha mas é o fim de ano que já tou com a garganta seca!!!

Bem, lá se foi mais um Natal...

Contabilidade?

- Cerca de 2 kg de batata doce frita (se vocês nunca provaram, então estão a perder a segunda melhor coisa ao cimo da terra a seguir ao sexo...)

- Toneladas de chamuças gamadas da cozinha enquanto a batata doce fritava (sim, porque Natal não é Natal sem chamuças!Não, não passei o Natal num restaurante Tandoori...).

- Pinhões à discrição (ao preço que os gajos estão, ainda me admito como é que não enchi os bolsos do sobretudo para trazer para o fim de ano...).

- Meia dúzia de sonhos (alguns deles não só comestíveis mas até eróticos...)

- Uma fatia de bolo rei (na qual me debruçei na árdua tarefa de tirar a porra das frutas cristalizadas que abomino...).

- Bacalhau com todos (ainda questionei os familiares se o nome do prato teria alguma coisa a ver com o filme "Eyes Wide Shut" em que é tudo ao molho e fé em Deus mas parece que não...).

- Cabrito (este ao contrário do bacalhau foi mais monogâmico...Foi só com as ditas batatas doces...O problema é que eram às dezenas, por isso o cabrito também me saiu um belo sacana...).

- Mousse de manga, bolo de bolacha, cheesecake de morango (só comi um prato...de cada...várias vezes...alguns bem apetrechados...).

- 5 copos de vinho tinto (depois cansei-me de contabilizar...).

- 1 copo de whisky (sério, o copo foi sempre o mesmo, juro...).

- O belo do moscatel (não, por esta altura eu já não estava sequer em condições de articular a palavra "não", quanto mais contar quantos me passaram pelos lábios...).

- Muito cigarrinho fumado...

- 4 cigarrilhas

- 2 charutos Cohibas...

Qual o estrago que isto me causou?

A nível de peso engordei 300gr...Ou seja, quando eu como uma sandocha e bebo uma água engordo 1,5kg e quando como que nem uma besta engordo 300gr...Comprova-se então que o meu organismo é mais apanhado da mona que o dono...

E eis que se aproxima o fim de ano...Ora, se isto fosse um blog escrito por um gajo normal, seria agora aquela altura em que fazia uma retrospectiva (sim, retrospeCtiva...Quero que se lixe o acordo ortográfico...O úinico acordo que farei é com a bófia para me livrar da choça quando descobrirem que os arbustos no quintal da minha avó não são propriamente malvas...) intimista do ano que passou e deixaria os meus desejos para 2010...Bem, eu como teimo em ser diferente do resto da manada, vou deixar aqui a minha retrospectiva de 2009...

- Ganhei um novo apreço por palmiéres recheados...

- O meu sentido de humor ganhou uma nova dimensão...Agora é 3D...

- Ganhei um novo receio no que diz respeito ao Abel Xavier...Ou Faisal, como ele agora se chama...Um gajo que diz que encontrou a paz no Islamismo é a mesma coisa que eu dizer que tive o melhor sexo da minha vida com uma testemunha de Jeová...E ainda dizem que eu é que tenho sentido de humor...

- Deixei de roer as unhas...Agora, só entrecosto...

- Devo ter feito alguma coisa que deixou o São Pedro lixado da vida comigo...Só assim se explica que de cada vez que saio para trabalhar caia um dilúvio tão grande que me cruzo todos os dias com o Noé e a arca...

- Possivelmente levei ao desespero umas quantas pessoas do telemarketing do Barclays, CGD, Securitas e mais umas quantas instituições...A sério eu não sou má pessoa...Vocês é que escolhem alturas para me chatearem mesmo más...

Desejos para 2010?

Que o preço do crude baixe, que os meus rendimentos subam e que a vossa boa disposição ao passarem por aqui dispare para proporções estratosféricas...

Um excelente ano de 2010 para todos vocês (mesmo aqueles que me odeiam as ganas...Eu também não gosto de favas mas não é por isso que não faço uso das mesmas para vos mandar às ditas...)

Será que é desta que a minha carta chega???

Caro Pai Natal (sim, querido é demasiado abichanado e ainda não estou bêbado o suficiente para utilizar termos tão carinhosos para com um gajo que só aparece uma vez por ano...)...

Antes de mais, quero humildemente pedir descupas porque este ano (tirando todos os outros que tu sabes, tipo, desde os 4...) não me portei nada bem...

Não só continuo a possuir vícios demoníacos como o tabaco, quantidades abismais de álcool capazes de afogar o Jorge Palma ou praticar sexo em posições que nem as Barbies que distribuis às meninas conseguem (e elas são articuladas, há que levar isso em conta), mas juntando a isso tudo, ocasionalmente assisto ao programa do Goucha, vejo o Natal dos Hospitais e o Fama Show (eu sei, sou completamente doido por pensar que a Orsi Féher fala português fluente...)...

No entanto, apesar de todos estes factores a jogar contra mim (e o facto de ser o Gato Pardo também não ajuda...), achei no entanto que devia mandar-te mais esta missiva a fazer os meus pedidos de Natal...

Pois bem...Este Natal gostaria que em vez de teimares em entrar pela chaminé, utilizasses a porta como as pessoas normais...É que da última vez que enfiaste esse cú gordo na minha chaminé, não só me cagaste a sala toda de fuligem, como deixaste pegadas de cinza em cima dos tapetes e não comeste as bolachas e o copinho de leite que te deixei como manda a tradição...Por muita estima que tenha por ti, não achei nada bem que me tenhas mamado metade da garrafa de Old Parr e comido o resto da lasanha que estava no frigorífico...

Quanto a prendas, já sabes que a chave do euromilhões era bem vinda, mas tu sacana barbudo e ganacioso como és, não estás para aí virado...Em troca, sugiro que em vez da chave vencedora do Euromilhões, me facultes o NIB das contas offshore do Oliveira e Costa...Não é propriamente o Euromilhões, mas já dá para eu me desenrascar uns bons anitos...Queria também se não for muito incómodo para ti, que envies à cobrança os livros "Internet for Dummies", "Como distinguir as 3000 milhões de espécies de árvores existentes neste planeta e evitar fazer figuras tristes na TV" e "História de Portugal em 10 fáceis lições...Evite ser uma babaca" à Maitê Proença...

Se me puderes trazer também uma garrafa de clorofórmio e um trapo para meter na boca da gaja que canta na publicidade do Pingo Doce, ficaria eternamente agradecido...É que os meus ouvidos não aguentam mais tanta tortura...Por favor, evita-me que o raio da mulher faça mais trabalhos na publicidade...Já não tenho castiçais cá em casa à conta dela...

Outra coisa que te queria pedir era se não havia maneira de acabares com o trânsito na 25 de Abril de manhã...Eu sei, mais facilmente tornavas a Linda Reis sexualmente apelativa, mas não custa pedir, não é?

Para finalizar (porque sei que tens outros meninos maus a quem atender pedidos megalómanos...) gostaria de saber se não tinhas possibilidade de acabar com o programa "Portugal de Olhos em Bico"...É que de cada vez que vejo aquilo, dá-me uma vontade incontrolável ou de comer um 69 (é gambas na chapa quente, suas mentes porcas...) ou de me mandar de um 4º andar...Prefiro mil vezes ver o canal ucraniano do MEO com um especial sobre marquises do que aquilo...

 

 

A todos vocês, caríssimos leitores...Deixo aqui os meus desejos de um excelente Natal para todos vós na companhia daqueles que mais amam, com muita saúde e as prendas que mais desejam...Quanto a mim, vou comer que nem um abade (lá se vai o esforço de ter perdido 7 kg nos últimos 4 meses...Damn!), beber até cantar o fado todo nú em cima de uma mesa e rir como gente grande...

Have a merry little christmas!!!

Ah...Então é este o espírito natalício...

Uns dias atrás, estava eu sossegado a beber o primeiro café da manhã quando ouço uma senhora a berrar ao telemóvel (sim, as pessoas não sabem falar ao telemóvel...Somos mais um povo de berrar...) algo parecido com isto...

 

- Pois, vê lá tu que aquela vaca o ano passado não me ofereceu nada de jeito...Mas ela não perde pela demora...Este ano vai aviada a prendas do chinês e já goza...E se não gostar, ela que se vá f*der...

 

É este o espírito natalício...Se me dás uma prenda boa, pró ano levas uma coisa jeitosa...Se me dás uma prenda de m*rda, pró ano levas um saco de trampa...

Primeiro, sempre achei que quem dá o que pode, a mais não é obrigado...Depois, sou adepto convicto que não é preciso ser Natal para eu presentear aqueles que mais gosto e pelos quais tenho estima...E para finalizar, acho uma vacalheira uma pessoa fazer contas ao valor monetário das prendas que recebe para no ano seguinte dar uma suposta chapada de luva branca...Para as pessoas que agem dessa forma, tenho uma expressão que assenta mesmo bem...PAROLOS!!!

O Natal para mim, é simplesmente uma oportunidade de estar com a família mais afastada que não se vê com regularidade (e também com aqueles que vemos demasiadas vezes e que gostaríamos de não ver tantas vezes, sejamos honestos...)...Oportunidade de me emborrachar com 8 qualidades de whisky diferentes...Oportunidade de fumar uns belos cubanos com o resto dos homens e ver os putos mais novos a olhar para nós a tentar perceber o que estão ali 4 gajos a chupar desalmadamente cigarros king size que mais parecem chouriços de porco preto...Oportunidade de ver as mães doidas da vida a tentar afastar os putos da árvore de Natal e respectivos presentes (sim, porque o Natal é para os miúdos, mentalizem-se nisso...)...

O Natal para mim, não roda em volta das prendas, mas sim no convívio familiar...Critiquem-me, crucifiquem-me, processem-me...I don't give a shit...Agora, o que me lixa é os adultos a agirem como perfeitos idiotas porque se mostram mais desejosos das prendas que os chavalos...

Sabem o que é que eu quero este Natal?

Saúde...Trabalho...Pá, tá bem...Um volume de John Player Special até era bem vindo...De resto, tenho tudo aquilo que mais preciso...Tenho alegria de viver, tenho sentido de humor...Se calhar sou humilde demais...Pois, devia ser como tantos outros que conheço que andam doidos por uma máquina da Nespresso, uma tiara de diamantes ou outra porra qualquer que custa umas boas centenas de euros...Vivemos uma época de consumismo desenfreado em que as pessoas dão por parecer bem...Não sou assim...Dou porque me dá prazer dar...E a quem dou, ai deles que um dia levem em consideração o valor da prenda...É da maneira que é a última que levam...Sou apologista que o importante é quem dá a prenda, não o valor da mesma...

Já encerrei o departamento das compras natalícias este ano...Ano de contenção, porque a vida não tá fácil...E para os casais que têm filhos, tenham paciência...Dou aos piquenos, porque esses sim, deliram com o velho de barbas...

 

Facto comprovado...

Se temos a consciência que as pilhas do comando da televisão estão gastas, não é por carregarmos no dito até os dedos ficarem roxos que aquela porra vai funcionar...

Mandar o comando contra a parede também não vai servir de muito...A não ser que você seja daqueles parolos que gosta de fazer puzzles de 5000 peças em que 4990 delas são um céu azul...Saltar em cima do comando também não vai trazer resultados práticos, a não ser que haja aí um desejo masoquista de escorregar no dito e bater com os cornos na mesa...

Levante o cú do sofá e mude as pilhas ao bicho!

Ouvi dizer...

...que houve por aí um sismo com epicentro no Algarve...

...

Das duas uma...Ou o Paulo China saiu de casa para ir ao café beber a bica ou o Zezé Camarinha papou mais uma bifa...

EM qualquer um dos casos...Be afraid, be very afraid!!!

Andar no Toys R' Us por estes dias é mais perigoso que passear à noite na Quinta da Princesa...

Da última vez que vi, a época natalícia era uma época de paz, de fraternidade, de amor e de mais uns quantos adjectivos para inglês ver (principalmente se forem às compras no El Corte Inglés...Get it?Inglês?Inglés?Oh, forget it...)

Vamos abordar a paz...

Se há coisa que não tenho nesta altura do ano, é verdadeiramente paz de espírito...

Hoje, cometi o enormíssimo erro de entrar no Toys R' Us...sem armadura, colete à prova de bala ou outra coisa qualquer que me proporcionasse protecção corporal contra peluches voadores, putos a andar de trotinetes a 300 à hora ou pais desesperados a arrastar os miúdos de lá para fora...Agora sim, posso dizer que compreendo o D. Quixote de La Mancha...O tipo não investiu contra moinhos como diz a história...O gajo tinha era acabado de sair do Toys R' Us, queria cometer suicídio e o mais próximo que ele tinha era um moinho para ir enfiar os cornos de frente...

Andar nos corredores do Toys R' Us pelos dias que correm é tão seguro como ir fazer jogging na Faixa de Gaza...E não, não estou a exagerar...Simplesmente a constatar um facto...

Outro facto...OS PUTOS SÃO LIXADOS!!!

Pode haver 200 brinquedos idênticos na prateleira, mas eles vão sempre querer aquele que o puto borbulhento que está ao lado tem nas mãos...E se não conseguem levar a deles avante, é berreiro na certa, esperneiam deitados no chão e é lágrimas de crocodilo por aquelas carinhas larocas...

Posso dizer que antes de entrar, respirei fundo, fui directo ao que pretendia comprar e dirigi-me à caixa...Devo ter sido olhado de lado por toda a gente que estava na fila porque era o único gajo com um único brinquedo nas mãos...Devo ter passado de forreta para baixo na cabecinha daquelas pessoas...Sim, porque posso dizer com 100% de certeza que havia ali pessoas com briquedos suficientes nas mãos para fazer felizes 28 bairros sociais...

Paguei e perguntei onde é que estava o papel de embrulho...Sim, porque uns anos atrás o papel de embrulho estava à saída e um gajo tirava o que precisava (tretas...Eu tirava papel suficiente para embrulhar os cadáveres todos do Instituto de Medicina Legal...Sempre dava um ar festivo aos funerais...)...Foi-me dito que agora tinham uma bancada para fazer embrulhos no piso inferior...Porreiro...Lá fui eu todo lampeiro...Deixei foi de estar todo lampeiro quando vi uma fila maior que o meu ego (sim, é difícil de acreditar, não é?)...Epá, não tava para isto...Dirigi-me à menina e perguntei...

- Olhe, desculpe...Mas eu preciso de estar na fila para levar um bocadinho de papel?

- O senhor tem o talão de compra?

- Sim, e inculsivamente um saco vosso com um brinquedo adquirido na vossa superfície comercial, o que torna tudo ainda mais interessante...

Por esta altura já eu tinha 2 gajas aos berros a dizer que estava a furar a fila, que não tinha respeito pelas restantes pessoas que estavam ali à espera fazia não sei quanto tempo e que não tinha nada de ir falar com a menina, que só tinha de aguardar a minha vez...

Saiu-me esta...

- AI É???Pago para ver quanto tempo é que vocês demoram a sair da fila para vir buscar papel quando eu sair daqui...Aliás, só por causa disso até vou ficar por aqui só para ver o vosso papel...de ridículas!!!

E assim foi...Com a devida autorização da menina, tirei o meu papel lentamente, bocejei umas 3 vezes, olhei para o telemóvel a confirmar se tinha mensagens, consultei o blog, sorri para a menina dos embrulhos e depois fartei-me...Fui-me embora...No entanto, como sou um sacana de primeira apanha (tenho a fama, mais vale ficar com o proveito também...) fiquei ao cimo da escada rolante...

Nem 5 minutos depois, lá vinham as duas aves raras com o rolo de papel na mão...

Expressão na minha cara a olhar para elas?O famoso million dollar smile...

A expressão de encavacadas delas?Priceless...

Ice, Ice Baby...

3 camadas de gelo no vidro do carro levaram-me ao primeiro pensamento idiota da manhã...

"Amanhã tenho de trazer a garrafa do whisky para o carro..."

Depois lembrei-me que podia ser mandado parar pela polícia...o que me levou ao segundo pensamento idiota da manhã...

"É melhor trazer o conjunto de seis copos também..."

Depois tive de recuperar alguma compostura mental, porque o dia de trabalho ia começar...E aí sim, começou o chorrilho de pensamentos verdadeiramente idiotas que habitualmente consomem a minha massa encefálica...

Pág. 1/2

Uma caixinha catita que permite pesquisar as entranhas dos últimos anos de posts. Muito útil, principalmente porque nem eu já me lembro de metade do que escrevi...

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Calendário

Dezembro 2009

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

Licença

Licença Creative Commons
Este obra para além de estar razoavelmente bem escrita (se assim não fosse, não havia tanta gente a plagiá-la), está também licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D